Publicado por: Nucleo de Formacaoda Fundacao Oasis | Maio 4, 2011

A influência dos jogos eletrônicos na vida das crianças

Em 2003, Devin Moore – com 18 anos e sem antecedentes criminais – foi levado à delegacia acusado de se envolver no furto de um automóvel. Moore, que estava sendo bastante simpático e prestativo com os policiais, de repente avançou sobre um deles, tirou uma arma e desferiu dois tiros – um deles na cabeça. Na saída, o jovem ainda matou outros dois policiais, também com tiros certeiros.

Em depoimento, ele disse jogar dia e noite o jogo eletrônico Grand Theft Auto (GTA) – game no qual o protagonista é um bandido recém-saído da prisão que se envolve nas mais perigosas e ilegais aventuras, dentre elas, atropelar pedestres e, principalmente, matar policiais.

Influência – Mas afinal, jogos e filmes violentos tornam crianças e adolescentes mais violentos?

“As crianças aprendem por imitação. Quanto mais violência elas assistirem, maior a tendência de terem comportamento violento”, Maria Angela Barbato Carneiro – (PUC-SP).

 “Numa situação de stress, o jovem pode reproduzir as ações de um jogo guardadas em seu subconsciente”. Valdemar Setzer (USP)

Os pais devem estar atentos para que o desempenho escolar do filho continue o mesmo, para que ele continue a cumprir com os seus compromissos e responsabilidades. É preciso estabelecer limites e horários para os jogos, assim como é importante observar o comportamento dos filhos cotidianamente.

Os pais são os responsáveis pelos seus filhos e pelo futuro deles como pessoas, portanto, não devem negligenciar a atenção para com eles! E, caso percebam que o filho anda irritado, agressivo, é preciso conversar com ele e descobrir o que o está incomodando: manter um diálogo aberto e franco nem que seja por alguns minutos ao dia é o melhor antídoto contra a violência.

 “Videogames estimulam os reflexos, mas adormecem a consciência.”

 

Exemplos de alguns jogos, violentos e que podem influenciar as crianças

Bully

Nele, o jogador controla Jimmy Hopkins, um aluno de 15 anos de um internato denominado Bullworth. Sua missão, em poucas palavras, consiste em “aprontar” nessa escola. Ativar o alarme de incêndio, estourar bombas de odor, atrapalhar aulas, brigar com outros alunos, mexer com as garotas e atormentar os mais tímidos (Bullyng).

       

GTA (Grand Theft Auto)

O jogador assume o papel de um jovem que trabalha para gangs a fim de obter respeito. Suas missões incluem assassinato, roubo e destruição em todos os níveis imagináveis. O jogador recupera sua saúde visitando prostitutas para depois recuperar seu dinheiro espancando-as até matá-las.

God of War:

Neste game o jogador personifica um guerreiro sem compaixão que procura se vingar dos “deuses” que o enganaram para assassinar a sua própria família. Os prisioneiros são queimados vivos e o jogador pode usar ‘movimentos mortais’ para acabar com seus oponentes, como partir uma vítima ao meio, por exemplo.

Resident Evil  

O jogador pode assumir o papel de dois agentes da divisão de narcóticos que tentam tirar das ruas uma perigosa droga e acabar com o KRAK, além do cartel que a distribui, enquanto se expõe a tentações que incluem dinheiro e drogas. Para aumentar suas habilidades, o jogador consome drogas que incluem maconha, Qualudes, extasi, LSD e “Liquid Soul”, que lhe permitem arrancar a cabeça de seus inimigos.

Cabeça Virada

Durante o jogo, o inconsciente e as emoções predominam. A vontade, portanto, é inibida. A excitação provocada pelo game faz com que o jogador não precise tomar uma decisão para continuar jogando. Ao contrário, ele necessita se reprimir para interromper a partida.

Ataque ao coração

A atividade cardiovascular é diretamente influenciada. Quanto maior o grau de violência, mais sobe a pressão arterial.

Deus nos orienta a não concordar com quem peca, nem se assentar com quem peca para pecar também, e nem ter o pecado como forma de entretenimento. É o último estagio da corrupção humana: divertir-se com o pecado alheio (romanos 1:28-32). Jogos que incitam a violência, o homicídio, o estupro e a pedofilia (infelizmente, há este tipo de jogo disponível) não deveriam ser usados por ninguém, menos ainda por cristãos. Lembre-se deste versículo escrito pelo ap. Paulo, na sua carta aos Filipenses: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Flp 4:8).

 Por: Elias Almeida – Auxiliar Administrativo do Centro Estudantil

 Fontes:

http://liberdadeepensar.blogspot.com/2009/09/jogos-eletronicos-e-violencia-nossa-de.html

http://forum.valinor.com.br/showthread.php?t=47988&page=1


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: